Entrevista Marcela Ribeiro

Marcela Ribeiro, 18 anos.

Sou professora de ballet.


bailarina 03

Eu fui espancada aos 16 anos na saída do colégio, foi no tempo em que eu assumi pra minha família e pras pessoas que eu era lésbica. Apanhei de duas meninas e um menino.

É difícil ouvir piadas na rua e até da minha própria família. Eles não aceitam. Eu tento evitar, finjo que não está acontecendo nada, fico na minha e escuto, ouvindo calada.

Eu só queria mais respeito.

bailarina 04

Na verdade eu aprendi que não posso me esconder, tenho que me assumir, as pessoas é que tem que aprender a respeitar.

bailarina 05

Para quem passa ou passou por alguma situação de discriminação, digo que tente encarar a situação, seja forte. E principalmente, não se deixe abater por isso, porque se por causa disso (ou de outros tipos de preconceito) você se calar ou ficar sofrendo por isso, não dá. Procure ajuda, converse com pessoas de confiança, é sempre a melhor solução!

bailarina 02

♬) Uma música que quebra o meu silêncio é:  Sentimental @ Los Hermanos

Anúncios

Um comentário sobre “Entrevista Marcela Ribeiro

  1. Marcela Ribeiro, quero apenas parabenizar pela coragem, dizer que se todos tivessem sua força de vontade de mostrar a sociedade o que são de fatos, tudo iria mudar. Pois, o defeito das pessoas está no que elas não são acostumadas a verem. Se passa por despercebido um casal ” Heterossexual “, é pelo simples fatos de nunca precisarem se esconder. Mostre a cara e lute por uma cidadania igualitária. Meus parabéns!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s