Entrevista Dejoane Ellem

Dejoane Ellem Pereira da Silva, 18 anos.

Estudante.


Dejoane 1

Quando eu era pequena, eu já passei pela fase de gorda, depois eu fui para a fase de muito magra, que os meninos também colocavam apelidos (como sempre), mas o pior de todos era “Rei Caveira”, por eu ser muito magra e ter o rosto muito fino. Ficou até o ensino médio, durante o primeiro ou segundo ano.

Dejoane 2

Hoje em dia eu quase não sofro mais preconceito. Eu entrei na academia, comecei a malhar, comecei a tomar suplementos e já fui engordando, e já pareço como uma mulher mais “normal”. Mas, antigamente, eu sofria muito por ser magra.

Hoje, o que escuto das pessoas são pedidos para que eu não fique muito musculosa porque eu posso perder minha feminilidade, para não ficar tão masculina. Pedem para eu não chegar a esse ponto.

Sempre existem as pessoas dispostas a criticar. Essas pessoas nunca olham para os próprios defeitos, sempre olham para o dos outros.

Dejoane 6

Eu ficava muito triste, eu ligava muito para o que os outros falavam. A gente liga muito para o que a sociedade fala. Eu sempre escondia o meu corpo com roupas largas para as pessoas pensarem que eu era mais fortinha, para aparentar ser mais saudável, porque as pessoas diziam que eu não tinha comida em casa.

Dejoane 5

Ter sido vítima de discriminação mudou a minha compreensão a respeito do preconceito porque hoje eu vejo que ninguém deve ligar para o que os outros falam. É o seu estilo, é o jeito que você gosta. Você não tem que ligar para o que dizem, porque eles não olham os defeitos deles, eles olham o seu, e fazem isso porque não conseguem olhar para si próprio.

Há uns dois anos, eu dei um basta. Foi quando eu decidi malhar e ficar mais fortinha. Até hoje eu ainda não gosto completamente, acho que preciso de mais. A gente sempre quer mais, e mais, até chegar a um ponto que te agrade um pouco.

Dejoane 4

O que eu diria para pessoas que passam por situações como a minha é que continuem tentando. Não é a sociedade que paga as suas contas, é você. Bola para frente e não ligar para o que falam.

♬) Uma música que quebra o meu silêncio é: Simple Plan @ Welcome To My Life

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s