Entrevista Marianne Costa

Marianne Costa, 23 anos.

Sou maquiadora.


mari 01

Eu tenho piercing e cabelo colorido. O meu cabelo era todo preto e quando eu resolvi mudar e deixar a vida mais colorida, foi muito difícil evitar os julgamentos.

Eu guardava o meu jeito para mim. Sempre escondi meu jeito de ser, talvez por receio ou medo mesmo. Hoje, moro sozinha e tenho orgulho da profissão que escolhi. Eu enfrento todo o tempo situações de preconceito. No trabalho eu não ligo, porque penso que as pessoas não têm que levar em consideração o meu esteriótipo, e sim o profissionalismo com o qual exerço meu trabalho.

mari 02

Em relação a ser maquiadora, ainda existem pessoas que dizem que não vai dar certo, que eu preciso ter um emprego fixo, de carteira assinada. Mas eu sou autônoma, eu faço o meu próprio horário, eu corro atrás das minhas coisas. Isso já me deixou muito abalada, mas hoje em dia eu não ligo mais para isso.

Muitas clientes com as quais também converso enquanto maquio, perguntam o que eu faço além de ser maquiadora, com o que eu trabalho.

Eu sou maquiadora, é a minha profissão, é o que escolhi. Eu tranquei a minha faculdade de Direito porque chegou a um ponto em que eu até me identificava, mas que não era o que eu queria para a minha vida. E eu não queria cancelar um sonho só por causa de uma profissão que até poderia me dar mais dinheiro, mas que não era um sonho. Então, eu ia ser infeliz para sempre, eu não ia me sentir realizada, como eu estou começando a ficar agora que eu estou só maquiando, que estou seguindo o meu sonho.

mari 03

Em relação a ser maquiadora, a minha família diz que não vai dar certo, que eu preciso ter um emprego fixo, de carteira assinada. Mas eu sou autônoma, eu faço o meu próprio horário, eu corro atrás das minhas coisas. Isso já me deixou muito neurótica, mas hoje em dia eu não ligo mais para isso.

mari 05

Dizem que eu não vou ter dinheiro, que não vai dar certo, que não vai me sustentar. E eu resolvi parar de ligar para tudo isso porque esse é o meu sonho, o meu desejo. E seria errado da minha parte desistir disso só para ter uma profissão que a sociedade impõe. E tem várias maquiadoras nas quais eu me inspiro, que são muito boas e que ganham muito dinheiro.

Em relação ao estilo, eu gosto de ser assim, diferente. Eu nunca gostei muito de ser igual aos outros, acho que também pelos meus gostos. Em vez de eu ir ser mais certinha, eu escolhi o estilo mais doidinho. E associei à profissão.

mari 04

Ter sido vítima do preconceito mudou minha compreensão porque eu também já fui preconceituosa. Não em relação a isso, mas a gente olha às vezes para as pessoas com preconceito, mesmo isso sendo errado.

Depois que eu passei por isso, eu parei de julgar os outros. Quando acontece com você é que você começa a não querer mais fazer com os outros. O mais complicado é o estilo, que já foi associado às drogas, e isso não tem nada a ver. Em relação à profissão, ainda dizem que eu não vou ser ninguém, mas eu vou provar que eu consigo.

♬) Uma música que quebra o meu silêncio é: Aponte pro Espelho – Pense HC

Essa música é uma mensagem para as pessoas que gostam de julgar, antes de qualquer coisa, se autoexaminarem. “Nunca me entenderá, até que um dia eu mesmo mostre a minha essência, o meu respeito”. As pessoas devem olhar o nosso interior, ao invés de julgarem o lado de fora.

Anúncios

3 comentários sobre “Entrevista Marianne Costa

  1. Mandou muito bem minha linda sobrinha Mari.
    Você realizou o seu sonho e está realizada e feliz, a realização financeira você buscará … Você dirá qual é o limite e pretenção para isto, o importante é sua realização interior, disposição e alegria no que faz.
    Parabéns pela entrevista!!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s